Select Menu
» » » Projeto de financiamento público "Moonhouse" planeja construir a primeira obra de arte na Lua
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Uma ilustração do Moonhouse que pousará na Lua com a Terra aparecendo ao fundo. 

Representantes por trás do projeto artístico de financiamento público anunciaram hoje que querem pousar uma pequena casa vermelha na Lua. Eles irão criar a primeira instalação artística na superfície lunar.



Chamado de Moonhouse, o projeto do artista sueco Mikael Genberg e outros envolvidos, deseja colocar um robô de auto-montagem, uma casa vermelha que é modelada de acordo com os tipos de casas típicas vistas em  grande parte da Suécia, que será instalada sobre a superfície lunar. A equipe pretende enviar o projeto até o espaço no final de 2015 no topo do foguete Falcon 9 da SpaceX com o grupo Astrobotic - uma equipe de vôo espacial privado competindo pelo prêmio Google Lunar X, de 20 milhões de  dólares.

Casas vermelhas típicas da Suécia.
Antes que eles possam mandá-lo para a lua, as necessidades do projeto Moonhouse ajudam as pessoas na Terra. Genberg teve a ideia para este projecto cerca de 15 anos atrás, no entanto, ele foi colocado em cheque devido a problemas de financiamento. Hoje  Genberg e outros anunciaram o renascimento da instalação de arte lunar como um projeto de financiamento público. A Equipe do projeto Moonhouse está agora tentando levantar mais de U$ 15 milhões nos próximos 186 dias, a fim de financiar a sua viagem ao espaço. Cada dólar contribuído trará o projeto cerca de 82 pés (25 metros) mais perto da lua, de acordo com Genberg.

Uma casa na Lua

A Moonhouse foi projetado para voar para a Lua, dobrada em um pacote feito sob medida do tamanho de uma caixa de sapatos. Depois que ela for colocado na superfície, a instalação de arte vai se desdobrar e se auto-montar. A casa vermelha com cantos brancos vai ficar com mais de 8 metros de altura. Ela tem design tradicional de muitos lares suecos. Espera-se que leve cerca de 5 a 15 minutos para que a Moonhouse se monte.

Representantes com Astrobotic estão planejando sobre o controle da montagem do Moonhouse na superfície lunar usando câmeras de vídeo de alta definição.

No momento, o primeiro destino do Astrobotic é uma área da Lua chamada Lacus Mortis. Esta parte em particular da superfície lunar abriga uma característica especial chamada de "pit lua", o que realmente pode ser uma entrada para uma rede de cavernas subterrâneas, de acordo com John Thorton, CEO da Astrobotic . É mesmo possível que os seres humanos possam viver na lua, usando essas cavernas como um abrigo que protege da radiação, dos impactos de micrometeoritos e flutuações extremas de temperatura, acrescentou Thorton.

"Pode ser que as pessoas pudessem se estabelecer no interior destas cavernas, pela primeira vez, e que o melhor lugar para pousar a Moonhouse seria bem próximo ao lugar onde as pessoas podiam se contentar com um longo tempo no futuro", disse Thorton.

Financiamento público para a lua

Representantes do Moonhouse criaram uma série de prêmios para as pessoas que contribuem para o esforço de financiamento público online.

Contribuintes que gastarem U$ 30,00, terão acesso a um desenho em 3D do Moonhouse que pode ser impresso usando uma impressora 3DPessoas que prometem U$ 50 terão seus nomes gravados no interior do verdadeiro Moonhouse que se auto-montará na superfície lunar.

Para saber mais sobre o projeto e financiamento da instalação de arte lunar, visite o site da Moonhouse (em inglês): http://themoonhouse.com/en

Fonte: Space.com

......................

Autor Felipe Sérvulo

Graduado em Física pela UEPB. Mestrando em Cosmologia, gravitação e física das partículas pela UFCG. Possui experiência na área de divulgação científica com ênfase em astronomia, astrofísica, astrobiologia, cosmologia, biologia evolutiva e história da ciência. Possui experiência na área de docência informática, física, química e matemática, com ênfase em desenvolvimento de websites e design gráfico e experiência na área de artes, com ênfase em pinturas e desenhos realistas. Fundador do Projeto Mistérios do Universo, colaborador, editor, tradutor e colaborador da Sociedade Científica e do Universo Racionalista. Membro da Associação Paraibana de Astronomia. Pai, nerd, geek, colecionador, aficionado pela arte, pela astronomia e pelo Universo. Curriculum Lattes: http://lattes.cnpq.br/8938378819014229
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários
0 Comentários

Newsletter