Select Menu
» » » » » Conheça Mimas: a “estrela da morte” de Saturno
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

É de conhecimento geral científico que o planeta Saturno tem 62 satélites naturais, mas há um deles que se destaca entre os demais. Com uma cratera gigante cobrindo uma fração significativa da sua superfície, a lua cinza e gelada de Saturno, Mimas, se assemelha um pouquinho com a Estrela da Morte dos filmes da saga "Star Wars", segundo dizem os astrônomos.

Essa lua foi descoberta há mais de 220 anos. Usando o telescópio refletor, o astrônomo inglês Sir William Herschel descobriu a segunda lua de Saturno em 17 de setembro de 1789, sendo o sétimo satélite conhecido na época. Herschel já tinha observado Encélado (a maior lua de Saturno) menos de um mês antes.

Na época, os corpos gelados foram nomeados com base na sua distância do planeta dos anéis. Como Mimas tinha a órbita mais próxima — na verdade ela é a mais próxima das grandes luas de Saturno —, ela foi chamada de Saturno I.

Apenas em 1847 o filho de Herschel, John, sugeriu que os satélites ao redor do gigante gasoso fossem nomeados como Titãs, os irmãos mitológicos do deus grego Cronos, conhecido pelos romanos como Saturno.

Na mitologia grega, Mimas foi morto durante a guerra entre os Titãs e os Olímpicos. Diferentes fontes dizem que ele pode ter sido morto por Hércules, Ares ou mesmo por Zeus.


Superfície de crateras







De acordo com as observações dos astrônomos, Mimas tem uma das superfícies mais cheias de crateras no sistema solar. As depressões cobrem a superfície com vários tamanhos atingindo de cerca de 40 quilômetros de diâmetro.

No polo sul de Mimas, no entanto, as crateras são menores do que 20 quilômetros de diâmetro, indicando que a região passou por algum tipo de recuperação mais tarde em sua história.

O sinal mais visível de impacto é a cratera Herschel, que se espalha por uma enorme parte do satélite. Com 140 quilômetros de diâmetro, a cratera cobre quase um terço de dos 396 quilômetros totais de diâmetro da lua. Uma cratera de tamanho similar na Terra cobriria cerca de quatro mil quilômetros de diâmetro.

Os cientistas acreditam que o impacto que causou essa cratera imensa quase destruiu totalmente a pequena lua. E é por causa dela que os cientistas chamam essa lua de Estrela de Morte, em referência aos filmes de Star Wars.
Pac-Man


Outra semelhança curiosa, que os astrônomos relacionam mais como uma brincadeira, é sobre o mapa térmico desenvolvido por dados da sonda Cassini da NASA. Esse mapa de temperatura revela uma figura em forma de Pac-Man, aparentemente preparado para devorar o enorme cratera (figura acima).

Em dados científicos, o mapa mostra que as temperaturas em torno da cratera são mais frias do que as regiões mais distantes da lua, com um ponto quente aparecendo na própria cratera. Uma forma semelhante aparece na outra lua de Saturno, a Tétis.

A densidade da Lua é de apenas 1,17 vez maior do que a água líquida, o que leva os cientistas a concluírem que ela é composta principalmente de gelo de água, com apenas uma pequena amostra de rocha. Mas em temperaturas de menos 209 graus Celsius, a superfície congelada se comporta como rocha.


 -------------------------------------------------------
| Fonte(s) Space.com, Wandering Space |
 -------------------------------------------------------
 -----------------------------
Imagem Space.com |
 -----------------------------

......................

Autor Michael Nascimento

Graduado em Física pela UEPB. Mestrando em Cosmologia, gravitação e física das partículas pela UFCG. Possui experiência na área de divulgação científica com ênfase em astronomia, astrofísica, astrobiologia, cosmologia, biologia evolutiva e história da ciência. Possui experiência na área de docência informática, física, química e matemática, com ênfase em desenvolvimento de websites e design gráfico e experiência na área de artes, com ênfase em pinturas e desenhos realistas. Fundador do Projeto Mistérios do Universo, colaborador, editor, tradutor e colaborador da Sociedade Científica e do Universo Racionalista. Membro da Associação Paraibana de Astronomia. Pai, nerd, geek, colecionador, aficionado pela arte, pela astronomia e pelo Universo. Curriculum Lattes: http://lattes.cnpq.br/8938378819014229
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários
0 Comentários

Newsletter