Select Menu
» » » » Empresa japonesa quer construir elevador espacial até 2050
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Imagem: ABC














Os pesquisadores e astronautas que irão para o espaço em um futuro não muito distante poderão realizar esse processo por meio de um elevador, em vez de viajarem de foguete. A Obayashi, empresa de construção japonesa, acredita que pode construir um elevador espacial pronto para funcionar até o ano de 2050.

Segundo declarações à ABC, os planos da Obayashi incluem a construção de um elevador espacial que será conectado a uma estação de pesquisas a 96 mil quilômetros de altitude. De acordo com os próprios técnicos da empresa, o projeto é tecnologicamente viável devido à recente evolução no desenvolvimento da nanotecnologia.

Esse projeto visa diminuir consideravelmente um dos principais especilhos para a exploração espacial. Levando em consideração as técnicas utilizadas atualmente, enviar um quilo de equipamento para o espaço custa cerca de US$ 22 mil. A Obayashi promete reduzir esse custo para apenas US$ 200.

A necessidade de lançar foguetes da Terra para o espaço pode estar com os dias contados. Além de ser cara, essa operação ainda é considerada muito perigosa. Segundo o projeto, o novo elevador teria em seu trilho pequenas naves acopladas, para que elas possam ser lançadas diretamente do espaço, economizando o combustível utilizado para conseguir vencer a gravidade da Terra. Também será possível levar para a estação espacial pessoas, equipamentos e diversos materiais, economizando tempo e diminuindo os prazos de inúmeras pesquisas.

Imagem: ABC























Cada carro acoplado no elevador terá capacidade para transportar 30 pessoas. A viagem completa deve demorar sete dias.

"A resistência à tração desse material é quase cem vezes mais forte que a do cabo de aço. No momento, ainda não podemos criar cabos longos o suficiente. Nós só podemos fazer nanotubos de carbono com três centímetros de comprimento, mas precisamos de muito mais. Achamos que até 2030 será possível", afirmou o diretor de pesquisas da Obayashi, Yoji Ishikawa.

O elevador também poderá ser utilizado para captar uma considerável reserva de energia solar para ser utilizada no planeta a fim de minimizar os problemas energéticos em vários países. O projeto ainda pode ser utilizado como um meio turístico para aqueles que desejam conhecer o espaço e para estocar lixo nuclear.


 ------------------------------------
| Fonte(s) CanalTech, ABC |

 ------------------------------------

......................

Autor Michael Nascimento

Graduado em Física pela UEPB. Mestrando em Cosmologia, gravitação e física das partículas pela UFCG. Possui experiência na área de divulgação científica com ênfase em astronomia, astrofísica, astrobiologia, cosmologia, biologia evolutiva e história da ciência. Possui experiência na área de docência informática, física, química e matemática, com ênfase em desenvolvimento de websites e design gráfico e experiência na área de artes, com ênfase em pinturas e desenhos realistas. Fundador do Projeto Mistérios do Universo, colaborador, editor, tradutor e colaborador da Sociedade Científica e do Universo Racionalista. Membro da Associação Paraibana de Astronomia. Pai, nerd, geek, colecionador, aficionado pela arte, pela astronomia e pelo Universo. Curriculum Lattes: http://lattes.cnpq.br/8938378819014229
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários
0 Comentários

Newsletter