Select Menu
» » » 7 curiosidades que talvez você ainda não saiba sobre a vida de Stephen Hawking
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Você provavelmente já ouviu falar de Stephen Hawking e já deve tê-lo visto algumas vezes, especialmente se você for um grande fã de “Star Trek”, “Os Simpsons” ou “The Big Bang Theory”. E não estamos falando apenas de um dos físicos mais geniais de todos os tempos, mas de uma pessoa admirada pela sua inteligência e também por outros fatores, que você vai conhecer agora.

É bom recapitular um pouco a história de Hawking, responsável por muitos estudos de peso na área da Ciência. Quando tinha apenas 21 anos, ele foi diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica. A doença foi, gradativamente, paralisando seus músculos de modo que, depois de quase 50 anos de diagnóstico, ele já não tem domínio sobre o próprio corpo.

Apesar do grave problema de saúde, Hawking nunca deixou de estudar, é doutor em Física, casou-se, tem três filhos e um neto e já recebeu inúmeros prêmios na área científica, além de ser referência quando o assunto é Física e Cosmologia.

O site How Stuff Works selecionou algumas curiosidades muito interessantes e ainda desconhecidas a respeito desse grande cientista. Confira algumas delas a seguir.



1. Um gênio Preguiçoso

Fonte da imagem: Reprodução/Etno

Parece estranho falar que uma das pessoas mais inteligentes de todos os tempos era um estudante preguiçoso, mas é verdade. Quando tinha 9 anos, ele foi considerado o pior aluno da turma. Apesar disso, sempre demonstrou interesse pelas coisas, principalmente em descobrir como elas funcionavam de fato. Nessa época, seu apelido era Einstein. Apropriado, não?


2. Membro de equipe de remo em Oxford
Fonte da imagem: Reprodução/TheGuardian
























Antes de ter sua doença diagnosticada, Hawking fazia parte de uma equipe de remo em Oxford, o que acabou de vez com a impopularidade do estudante quietinho de Física. O lado ruim é que, uma vez popular, seus hábitos de estudo começaram a diminuir, já que ele treinava seis tardes por semana.

3. Teoria do Universo sem limites

Fonte da imagem: Pixabay























Uma de suas maiores pesquisas diz respeito à teoria de que o Universo é ilimitado. Para explicar isso, Hawking usa como exemplo a própria Terra que, se imaginada em sua forma, não apresenta um começo ou um fim – é tudo uma coisa só. A única diferença é que o nosso planeta é tridimensional, enquanto o Universo se apresenta em 4D.

Outra teoria a respeito do Universo sem limites é a que relaciona tempo e espaço. Nesse caso, podemos fazer a mesma comparação com a Terra, mas pensando agora em tempo. Einstein já mostrou que tempo e espaço são relativos, mas alguns físicos já conseguiram provar que o Universo está em expansão, o que pode afetar o tempo como um todo. Bizarro?


4. Recebeu inúmeros prêmios e nomeações
Fonte da imagem: Reprodução/Zimbio











Em 1974, tornou-se membro da Academia Real de Ciência, criada em 1660. Um ano depois, recebeu das mãos do papa uma medalha de ouro em homenagem aos seus estudos científicos. Além disso, foi o ganhador do Prêmio Albert Einstein.

Seu sucesso como pesquisador acabou rendendo um cargo de professor de Matemática na Universidade de Cambridge, na Inglaterra, posição que ele manteve por 30 anos. Em 1980 ele foi nomeado comandante do Império Britânico, cargo que é apenas um nível abaixo da condecoração de cavaleiro. Em 2009, recebeu das mãos do presidente Barack Obama uma medalha de liberdade, a mais alta honraria civil concedida pelos EUA. Muitas pessoas acreditam que ele ainda vai ganhar um Nobel.



5. Autor de livros infantis

Fonte da imagem: Reprodução/Lexile

Eis uma de suas mais surpreendentes facetas. Poucas pessoas sabem, mas Hawking, com a ajuda de sua filha Lucy, colaboraram com a escrita do livro infantil “George’s Secret Key to the Universe” que, em uma tradução livre, seria “A chave secreta de George para o Universo”. O livro propõe explicar às crianças alguns conceitos importantes da Ciência e, nesse sentido, nenhuma ajuda poderia ser melhor do que a de Hawking.


6. Acredita que é possível que aliens existam


Fonte da imagem: Reprodução/Cinemarden

Não é de se espantar que, após todo o seu estudo a respeito do Universo, Hawking seja constantemente questionado a respeito de vida extraterrestre, e foi durante o aniversário de 50 anos da NASA, em 2008, que ele declarou acreditar na possibilidade de vida em outros planetas além da Terra.


7. Defensor do turismo espacial
Fonte da imagem: Reprodução/NewScientist


Em 2007, Hawking experimentou os efeitos da gravidade zero e, pela primeira vez em décadas, conseguiu sair por alguns instantes de sua cadeira de rodas e até mesmo praticar alguns exercícios. Sua vontade de experimentar esse tipo de efeito ia além da óbvia paixão pelo Universo: ele queria incentivar o aumento de viagens espaciais, bem como a sua acessibilidade. Segundo ele, é importante que os homens possam logo viajar de um planeta para outro, pois no futuro isso pode garantir a sobrevivência da Terra.

 -------------------------------------------------------
| Fonte(s) How Stuff Works, Megacurioso |
 -------------------------------------------------------

......................

Autor Michael Nascimento

Graduado em Física pela UEPB. Mestrando em Cosmologia, gravitação e física das partículas pela UFCG. Possui experiência na área de divulgação científica com ênfase em astronomia, astrofísica, astrobiologia, cosmologia, biologia evolutiva e história da ciência. Possui experiência na área de docência informática, física, química e matemática, com ênfase em desenvolvimento de websites e design gráfico e experiência na área de artes, com ênfase em pinturas e desenhos realistas. Fundador do Projeto Mistérios do Universo, colaborador, editor, tradutor e colaborador da Sociedade Científica e do Universo Racionalista. Membro da Associação Paraibana de Astronomia. Pai, nerd, geek, colecionador, aficionado pela arte, pela astronomia e pelo Universo. Curriculum Lattes: http://lattes.cnpq.br/8938378819014229
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários
0 Comentários

Newsletter