Select Menu
» » Calendário Astronômico de outubro: Elipses lunares e solares, chuva de meteoro e muito mais
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga


Outubro traz uma série de observações estelares, incluindo eclipses da Lua  e do sol, uma chuva de meteoros deslumbrante e boas oportunidades de ver planetas como Marte, Saturno e Júpiter. Um cometa também fará um sobrevôo dramático acima de Marte; embora esse evento não iluminará os céus da Terra, deve encontrar o seu caminho para as telas de computador ao redor do mundo, graças à falange de sondas circulando e estudando o Planeta Vermelho.

Aqui está um breve resumo dos eventos astronômicos em destaques de outubro, o que deve atrair muitas pessoas para o ar fresco da primavera. 

Eclipses Lunares e Solares.

Mapa de visualização do Eclipse lunar de 08 de outubro. Apenas uma parte do Brasil irá ver o fenômeno. 
O primeiro grande evento vem na manhã do dia 08 de outubro, quando a lua vai escurecer no segundo eclipse total da lua do ano. (O primeiro de 2014 ocorreu em abril.)

A lua vai começar a introduzir as franjas exteriores da sombra da Terra às 5:15 am (BRT), e a fase de eclipse total de 59 minutos de duração terá início duas horas depois, às 7:25 am BRT. Observadores toda a região Ásia-Pacífico e as porções oeste da América do Norte e América do Sul, terão as melhores visões; Europa e África, no entanto, ficarão de fora.

Um eclipse parcial solar seguirá em 23 de outubro, como a sombra da Lua escurece grande parte da superfície da Terra. Este evento também favorece astrônomos amadores no oeste da América do Norte; observadores em Vancouver, por exemplo, irão ver 66% do disco do Sol obscurecido pela lua, de acordo com os especialistas em eclipses da NASA.

O eclipse solar de 23 de outubro começa em 16:37 BRT e termina em 8:51 pm, segundo o que  Espenak escreveu na página eclipse da NASA 2014 . Infelizmente, não será visto aqui no Brasil.

Planetas e Chuva de Meteoros

Chuva de meteoros  Orionids 2014
Uma das melhores chuvas de meteoros do ano também ocorre em outubro: A Orionidas, que ocorre quando a Terra cruza detritos deixados pelo famoso Cometa Halley. 

Este ano, o pico da Orionidas será na noite de 21 a 22 outubro. Portadores da Luz, sob céu claro escuro, podem esperar 20 ou mais meteoros por hora depois da meia-noite. Os espectadores no Hemisfério Norte devem olhar para o horizonte sudeste, enquanto as pessoas ao sul do equador devem olhar para o nordeste para pegar um vislumbre dessas estrelas cadentes.

"As Orionidas são conhecidas por seu brilho e por sua velocidade. Estes meteoros são rápidos -. Viajam a cerca de 148,000 mph (66 km/s) na atmosfera da Terra", escreveram os pesquisadores na página Orionids da NASA .

Astrônomos  também podem obter uma boa visão dos planetas este mês. No início de outubro, por exemplo, Marte e Saturno são visíveis baixo no céu sudoeste da noite. Júpiter, por sua vez, é o rei da madrugada durante todo o mês.

Um cometa encontrando-se com Marte

Um cometa fará um sobrevôo planetário dramática neste mês, não na Terra, mas em Marte. O Cometa Siding Spring fucará há apenas 83 mil milhas (132,000 km) do Planeta Vermelho em 19 de outubro; Para comparação, a Lua orbita a Terra a uma distância média de 238.900 milhas (384,400 km).

O Cometa Siding Spring irá fazer um show para os espectadores aqui na Terra. Mas a frota de robôs em Marte, que inclui cinco sondas operacionais e dois rovers de trabalho, poderá enviar algumas fotos do encontro de volta para casa.

Fonte: Space.com

......................

Autor Felipe Sérvulo

Graduado em Física pela UEPB. Mestrando em Cosmologia, gravitação e física das partículas pela UFCG. Possui experiência na área de divulgação científica com ênfase em astronomia, astrofísica, astrobiologia, cosmologia, biologia evolutiva e história da ciência. Possui experiência na área de docência informática, física, química e matemática, com ênfase em desenvolvimento de websites e design gráfico e experiência na área de artes, com ênfase em pinturas e desenhos realistas. Fundador do Projeto Mistérios do Universo, colaborador, editor, tradutor e colaborador da Sociedade Científica e do Universo Racionalista. Membro da Associação Paraibana de Astronomia. Pai, nerd, geek, colecionador, aficionado pela arte, pela astronomia e pelo Universo. Curriculum Lattes: http://lattes.cnpq.br/8938378819014229
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários
0 Comentários

Newsletter