Select Menu
» » » Enorme erupção solar acaba de acontecer dentro da maior mancha solar em 24 anos
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Uma enorme explosão solar X3.1 irrompe da AR mancha solar gigante 12.192 em 24 de outubro de 2014, neste close-up do Solar Dynamics Observatory, da NASA, a nave espacial que constantemente relógios estrela mais próxima da Terra.
Uma enorme explosão solar X3.1 irrompe da mancha solar gigante AR 12.192 em 24 de outubro de 2014, neste close-up do Solar Dynamics Observatory, da NASA, a nave espacial que constantemente observa a  estrela mais próxima da Terra. Crédito: NASA, SDO
A maior mancha na face do sol em mais de duas décadas desencadeou uma grande labareda na sexta-feira (24 de outubro), a quarta mais intensa tempestade solar da estrela ativa em menos de uma semana.

A labareda solar ocorreu sexta-feira, atingindo seu pico em 5:41 pm EDT, e provocou um blecaute de rádio forte no momento, de acordo com o Centro de Previsão do Clima Espacial dos Estados Unidos. 

A labareda irrompeu de uma mancha solar ativa gigante conhecida como AR 12192 e foi classificada como uma tempestade solar de classe X3.1 - um dos tipos mais poderosos de tempestades solares - mas não é a primeira vez que a mancha solar tem feito algo parecido.

"Este é o quarto alargamento substancial desta região ativa desde 19 de outubro", escreveu o porta-voz da NASA Karen Fox em uma atualização de status.

As manchas solares são regiões do sol forjadas, transferindo campos magnéticos que são mais frios do que o seu material solar ao redor, dando-lhes a aparência escura, como manchas. Na mancha AR 12192 cabem 15 terras enfileiradas e é comparável a Júpiter em seu tamanho, de acordo com o astrofísico solar C. Alex Young do Goddard Space Flight Center da NASA, que descreveu a mancha  em seu blog "The Sun Today" . 

A mancha solar é a maior de seu tipo desde novembro de 1990, e é maior do que uma mancha solar monstro que gerou uma série de grandes explosões solares no Halloween de 2003, escreveu Young.

E na quinta-feira (23 de outubro), não foi difícil ver a mancha durante o eclipse solar parcial espetacular que foi visível na América do Norte. Muitos dos observadores do céu que capturaram fotos do eclipse solar comentaram sobre a visão surpreendente de uma mancha solar gigante no rosto do sol.

"Esta foi a minha primeira vez fotografando um eclipse solar e fiquei emocionado ao capturar as manchas solares" disse o astrônomo amador Mark Ezell de Austin, Texas.

Erupções solares de classe X são as erupções mais poderosas do Sol. Quando voltado diretamente para a Terra, erupções de classe X poden, potencialmente, representar um perigo para os astronautas e naves espaciais no espaço, e interferir com os sinais de comunicação, de navegação e rádio. Flares de classe M são classificados como tempestades solares moderadas que podem sobrecarregar as auroras da Terra. 

Mancha Solar AR2192
foto feita pelo observatório Apolo11 na manhã de sexta-feira, 24 de outubro de 2014. Na cena é possível comparar o tamanho da mancha AR2192 com o tamanho da Terra. Fonte: Apollo 11
"As labaredas solares são poderosas rajadas de radiação",  escreveu Fox na atualização NASA ."A radiação nociva de uma crise não pode passar através da atmosfera da Terra para afetar fisicamente os seres humanos, no entanto - quando intensa o suficiente - eles podem perturbar a atmosfera na camada onde os sinais de GPS e comunicação viajam."

Fontes: Apollo 11, Space.com

......................

Autor Felipe Sérvulo

Graduado em Física pela UEPB. Mestrando em Cosmologia, gravitação e física das partículas pela UFCG. Possui experiência na área de divulgação científica com ênfase em astronomia, astrofísica, astrobiologia, cosmologia, biologia evolutiva e história da ciência. Possui experiência na área de docência informática, física, química e matemática, com ênfase em desenvolvimento de websites e design gráfico e experiência na área de artes, com ênfase em pinturas e desenhos realistas. Fundador do Projeto Mistérios do Universo, colaborador, editor, tradutor e colaborador da Sociedade Científica e do Universo Racionalista. Membro da Associação Paraibana de Astronomia. Pai, nerd, geek, colecionador, aficionado pela arte, pela astronomia e pelo Universo. Curriculum Lattes: http://lattes.cnpq.br/8938378819014229
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários
0 Comentários

Newsletter