Select Menu
» » » » » Conheça alguns fatos e curiosidades sobre Mercúrio
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Mercúrio é o menor planeta do nosso Sistema Solar e também o que fica mais próximo do Sol. Apesar disso, ele não é o mais quente (e sim, Vênus), mas circunda o Sol mais rápido do que todos os outros planetas. Por essa razão é que talvez os romanos antigos tenham lhe dado o nome de Mercúrio, que era o deus mensageiro mais veloz.

De acordo com o Space.com, o planeta era conhecido como estrela da manhã e estrela da noite. Mas os astrônomos gregos sabiam que os dois nomes se referiam ao mesmo corpo celeste. Heráclito acreditava que tanto Mercúrio quanto Vênus orbitavam o Sol, e não a Terra.


Planeta quentinho

Como Mercúrio está tão perto do sol, a temperatura de sua superfície pode chegar a tórridos 450 graus Celsius. É de virar churrasquinho! No entanto, Mercúrio não tem uma atmosfera que segure o calor e, por isso, as temperaturas noturnas podem despencar para até menos de 170 graus Celsius negativos, uma variação absurda de mais de 600 graus Celsius — a maior em nosso Sistema Solar.

Tamanho e crateras

Para ter uma noção do tamanho de Mercúrio, ele é apenas um pouco maior que a Lua da Terra. O planeta tem um fator interessante e se assemelha com o nosso satélite natural também em outra característica: a quantidade de crateras.

A sua aparência se apresenta dessa forma porque Mercúrio não possui uma atmosfera significativa para impedir impactos de meteoros e asteroides.

Talvez a maior que já tenha acontecido foi calculada com o tempo de cerca de quatro bilhões de anos atrás, quando um asteroide de uma tamanho média de 100 quilômetros de largura atingiu o planeta, criando uma cratera de impacto com cerca de 1,5 mil quilômetros de largura (conhecida como Bacia Caloris). Outro grande impacto que aconteceu lá pode ter ajudado a criar a estranha rotação do planeta.

Descobertas

Fonte da Imagem: Shutterstock



























Apesar de estar tão perto do Sol, em 2012, a sonda Messenger (da NASA) descobriu água congelada nas crateras em torno de seu polo norte, onde as regiões podem ficar permanentemente à sombra do calor do astro-rei, graças à inclinação de seu eixo de rotação, que apresenta um ângulo de apenas 1 grau.

Acredita-se que o polo sul também possa conter bolsas de água congelada, mas a sonda ainda não tem permissão para investigar a área. Mas qual a explicação para a água de lá? De acordo com o Space.com. os cometas ou meteoritos podem ter causado esse efeito ou o vapor de água pode ter sido emanado do interior do planeta e esfriado nos polos.

Esse resfriamento pode até ter causado um encolhimento de até sete quilômetros no diâmetro do planeta bilhões de anos após o seu nascimento. Essa ação fez com que a superfície de certa forma “amassasse”, criando falésias de algumas centenas de quilômetros de comprimento e sobem até quase 1,5 quilômetro de altura.

Em se tratando de densidade, Mercúrio é o segundo planeta mais denso depois da Terra, com um enorme núcleo metálico de aproximadamente 3,6 a 3,8 mil quilômetros de diâmetro ou cerca de 75% do diâmetro do planeta. Para fins de comparação, a camada externa de Mercúrio tem apenas 500 a 600 quilômetros de espessura. Confira abaixo mais algumas curiosidades sobre o planeta, de acordo com o Space Facts:

1 – Um ano em Mercúrio tem apenas 88 dias de duração

E um dia em Mercúrio dura o equivalente a quase 59 dias terrestres. O planeta é quase preso ao Sol e com o tempo isso diminuiu a rotação do planeta de forma que quase iguala a sua órbita em torno do astro-rei.

2 – Apenas duas espaçonaves já visitaram Mercúrio

Devido à sua proximidade com o Sol, Mercúrio é um planeta bastante difícil de visitar. Durante 1974 e 1975, a Mariner 10 voou três vezes próximo ao planeta. Durante este tempo, eles mapearam pouco menos de metade da superfície de lá. Em 03 de agosto de 2004, a sonda Messenger foi lançada da Estação da Força Aérea de Cabo Canaveral e continua a estudar o planeta até hoje.

3 – Atmosfera

Mercúrio tem apenas 38% da gravidade da Terra, isso é muito pouco para manter a sua atmosfera que é atingida por ventos solares.




4 – Campo magnético

Apesar de o campo magnético de Mercúrio ter apenas 1% da força da Terra, ele é muito ativo. O campo magnético dos ventos solares — com as partículas carregadas que fluem para fora do sol — toca periodicamente o campo magnético de Mercúrio, criando poderosos tornados magnéticos que canalizam o plasma rápido e quente do vento solar até a superfície do planeta.

5 – Órbita

Mercúrio circula ao redor do Sol a cada 88 dias terrestres, viajando pelo espaço a cerca de 180 mil quilômetros por hora, sendo mais rápido do que qualquer outro planeta. Sua órbita em forma de oval é altamente elíptica.

Fonte(s) Space

......................

Autor Michael Nascimento

Graduado em Física pela UEPB. Mestrando em Cosmologia, gravitação e física das partículas pela UFCG. Possui experiência na área de divulgação científica com ênfase em astronomia, astrofísica, astrobiologia, cosmologia, biologia evolutiva e história da ciência. Possui experiência na área de docência informática, física, química e matemática, com ênfase em desenvolvimento de websites e design gráfico e experiência na área de artes, com ênfase em pinturas e desenhos realistas. Fundador do Projeto Mistérios do Universo, colaborador, editor, tradutor e colaborador da Sociedade Científica e do Universo Racionalista. Membro da Associação Paraibana de Astronomia. Pai, nerd, geek, colecionador, aficionado pela arte, pela astronomia e pelo Universo. Curriculum Lattes: http://lattes.cnpq.br/8938378819014229
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários
0 Comentários

Newsletter