Select Menu
» » » » Pesquisadores descobrem sistema estelar com três sóis
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Você consegue imaginar o planeta Terra com três sóis? Além de ficarmos mais iluminados, o céu ficaria com um visual bastante interessante. Apesar de essa possibilidade não existir em nosso sistema, ela existe em outros.



O nosso Sol, aliás, é um dos poucos que reina sozinho, não tem um parceiro, enquanto a maioria das estrelas trabalha em sistemas binários. Com isso, muitos planetas podem desfrutar da luz de dois sóis.


Segundo um artigo de Marissa Fessenden do Smithsonian, até esta última década, a maioria dos pesquisadores achava que os binários eram lugares improváveis para formar planetas, mas uma melhor compreensão das forças e história desses sistemas levou a rever essa avaliação. Mas e se isso fosse além e falássemos de um planeta com três sóis?

Mesmo com as novas compreensões, um planeta com três sóis parecia improvável na visão dos cientistas. Porém, essa impressão acaba de mudar, pois novas observações indicam que um sistema de três estrelas com um planeta não é apenas ficção científica.


A DESCOBERTA

De acordo com o Smithsonian, o sistema de três estrelas é bem complexo, sendo localizado na constelação de Touro. Ela abriga uma tríade estelar chamada GG Tau A, que inclui uma única estrela rodeada por um disco de gás e poeira e circundada por outras duas estrelas. Todo o sistema é adornado por um anel externo.

Além dessa descoberta, os cientistas suspeitam que ambos os anéis, interno e externo, podem dar início a planetas jovens. No anel externo, já existe uma condensação que pode ser um planeta já formado. A equipe, da Universidade de Bordeaux e do Centro Nacional de Pesquisa Científica da França, relatou as descobertas no periódico científico Nature.

“Imagine, por um momento, um mundo com três sóis. Sombras viriam em trios, os sóis estariam continuamente eclipsando-se, amanheceres e entardeceres seriam espetacularmente variáveis”, disse a jornalista científica Nadia Drake em sua coluna no National Geographic.

A ficção científica tem sido inspirada pela ideia de vários sóis. O Binário de Tatooine, no universo de Star Wars, é apenas o exemplo mais conhecido. Há uma diversidade de histórias que têm explorado as implicações de sistemas estelares complexos.

Mas, voltando à realidade, as novas observações significam que a busca por planetas extraterrestres está expandido para sistemas estelares triplos. Quem sabe, um dia, poderemos perguntar aos habitantes de outro planeta sobre o que é viver sob a luz de vários sóis.

Fonte(s) SmithsonianNational Geographic, MegaCurioso

Imagens Smithsonian

......................

Autor Michael Nascimento

Graduado em Física pela UEPB. Mestrando em Cosmologia, gravitação e física das partículas pela UFCG. Possui experiência na área de divulgação científica com ênfase em astronomia, astrofísica, astrobiologia, cosmologia, biologia evolutiva e história da ciência. Possui experiência na área de docência informática, física, química e matemática, com ênfase em desenvolvimento de websites e design gráfico e experiência na área de artes, com ênfase em pinturas e desenhos realistas. Fundador do Projeto Mistérios do Universo, colaborador, editor, tradutor e colaborador da Sociedade Científica e do Universo Racionalista. Membro da Associação Paraibana de Astronomia. Pai, nerd, geek, colecionador, aficionado pela arte, pela astronomia e pelo Universo. Curriculum Lattes: http://lattes.cnpq.br/8938378819014229
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários
0 Comentários

Newsletter