Select Menu
» » » » » » 10 frase atribuídas a Albert Einstein que ele nunca falou
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga



1. "A definição de loucura é fazer a mesma coisa uma vez e outra esperando obter resultados diferentes".

Einstein nunca disse isso. Nem também Benjamin Franklin. O site Salon realizou uma boa compilação de pessoas que utilizaram esta frase em diversos contextos, principalmente políticos, onde esta frase causa sensação. A página The Ultimate Quotable Einstein estabelece seu primeiro uso no livro de 1983 "Sudden Death", de Rita Mae Brown, mas é quase certo que foi utilizada antes. Ademais, está claro, que essa também não é a definição de loucura.


2. "Tudo é energia e isso é tudo o que há. Sintonize a realidade que você deseja e inevitavelmente essa é a realidade que você terá. Não tem como ser diferente. Isso não é filosofia. É Física!"

Não. Isso é estupidez! Não há nenhuma prova de que Einstein tenha dito isto. Esotéricos adoram falar asneira sem ao menos razoar que não há como a realidade se adaptar ao que queiramos. Bom, não ao menos sem a ajuda de algo que cause dissonância cognitiva e um bom punhado de alucinógenos.

3. "As leis internacionais existem só nos tratados de leis internacionais."

Não foi Einstein. Essa frase foi dita pelo antropólogo Ashley Montagu em uma entrevista com o próprio cientista.

4. "O mal é o resultado da humanidade não ter seus presentes em seus corações. É como o frio que se produz em ausência de calor, ou a escuridão que reina em ausência de luz."

Esta frase, segundo quem a traduza, é um dos medíocres argumentos favoritos para limpar discussões sobre Deus. Einstein nunca disse nada disso. A frase pertence a uma corrente de e-mail na qual contam a história de um brilhante menino discutindo com seu professor sobre Deus e a natureza da maldade. No relato, o garoto humilha o malvado professor demonstrando que Deus existe e, ao final, revela-se que esse menino era um jovem Einstein. Só que não! No ótimo E-Farsas explicam mais detalhes sobre este mal razoado e-mail.

5. "Todos são gênios. Mas se você julgar um peixe pela sua habilidade de trepar em uma árvore, ele viverá a sua vida inteira pensando que é estúpido."

Não, esta citação, própria de livros e cartazes de auto-ajuda e motivação, que pretende nos fazer sentir melhor quando falhamos em algo, não pode ser atribuída com certeza a Einstein. Quote Investigator explica que este tipo de frases com animais são ditas há séculos.

6. "Eu não posso acreditar que deus tenha escolhido jogar dados com o Universo."

Não exatamente. A frase real aparece em uma carta que Einstein escreveu ao matemático de Princeton Cornelius Lanczos. Segundo recolhe o livro: "Albert Einstein, the human side: new glimpses from his archives", a frase é a seguinte: "Você é a única pessoa que conheço que tem a mesma atitude para a física que eu tenho: a crença no entendimento da realidade através de algo basicamente simples e unificado... Parece difícil dar uma olhada nas cartas de Deus. Mas se ele joga os dados e usa métodos 'telepáticos'... é algo que não posso crer nem por um momento".

Na verdade, os religiosos adoram atribuir frases a Einstein, como a "Ciência sem religião é manca. Religião sem ciência é cega", "A ciência nos afasta de Deus, mas a ciência pura nos aproxima de um criador" e um grandessíssimo etcétera que renderia pelo menos mais uns dois posts... de mentiras. Einstein era ateu.

7. "Qualquer tolo inteligente pode fazer coisas maiores, mais complexas e mais violentas. É preciso um toque de gênio e muita coragem para se mover na direção oposta."

Não, esta frase também não é de Einstein. É de um livro intitulado: "Small is Beautiful". Um estudo econômico escrito pelo economista E.F. Schumacher nos anos 70. De forma inexplicável a autoria falsa foi parar até no BMJ: The British Medical Journal, volume 319, 23 de outubro de 1999, na página 1102.

8. "Nem tudo o que pode ser contado conta, e nem tudo o que conta pode ser contado."

Bela frase, mas não é de Einstein. Quote Investigator aponta a uma simplificação de uma frase que aparece em um documento escrito em 1963 pelo sociólogo Edward Bruce Cameron. A frase exata é: "Seria bom se todos os dados que requerem os sociólogos pudessem ser enumeradas, porque então poderíamos executá-los através das máquinas de IBM, e desenhar gráficos como os que fazem os economistas. No entanto, nem tudo o que se pode contar conta, e nem todo o que conta pode ser contado".

9. "Há duas coisas que me admiram: o céu estrelado fora e a ordem moral dentro de mim."

Esta frase é de Kant e na verdade diz: "Duas coisas enchem o ânimo de crescente admiração e respeito, veneração sempre renovada quanto com mais freqüência e aplicação delas se ocupa a reflexão: por sobre mim o céu estrelado; em mim a lei moral". Aparece em seu livro "Crítica da razão pura".

10. "Seria a minha maior tristeza ver os sionistas fazerem para os árabes palestinos o mesmo que os nazistas fizeram para os judeus."

Ainda que me agrade desta frase, não há provas que Einstein tenha a elaborado. A motivação por trás desta citação seria mostrar que um modelo de sabedoria, e um judeu, foi também pró-palestinos e/ou anti-sionista.

A frase também compara sionistas com nazistas, o que não deixa de ser uma realidade atual, mas há que dizer que Einstein era um defensor do sionismo trabalhista. De qualquer forma ele assinou sim uma carta aberta de intelectuais judeus, em 1948, que dizia: "Entre os fenômenos políticos perturbadores de nossos tempos, o mais desorientador é a emergência no recém criado Estado de Israel pelo 'Partido da Liberdade', um partido político muito próximo, em sua organização, métodos, filosofia política e apelo social dos partidos Nazistas e fascistas". Muito possivelmente daí tenha surgido esta frase.

Fonte(s) Metamorfose Digital

......................

Autor Michael Nascimento

Graduado em Física pela UEPB. Mestrando em Cosmologia, gravitação e física das partículas pela UFCG. Possui experiência na área de divulgação científica com ênfase em astronomia, astrofísica, astrobiologia, cosmologia, biologia evolutiva e história da ciência. Possui experiência na área de docência informática, física, química e matemática, com ênfase em desenvolvimento de websites e design gráfico e experiência na área de artes, com ênfase em pinturas e desenhos realistas. Fundador do Projeto Mistérios do Universo, colaborador, editor, tradutor e colaborador da Sociedade Científica e do Universo Racionalista. Membro da Associação Paraibana de Astronomia. Pai, nerd, geek, colecionador, aficionado pela arte, pela astronomia e pelo Universo. Curriculum Lattes: http://lattes.cnpq.br/8938378819014229
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários
0 Comentários

Newsletter