Select Menu
» » » » Veja a primeira imagem da menor forma de vida do mundo
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

A menor bactéria do mundo é praticamente invisível a olhos nus, mas sempre há cientistas que estão aí para fazer esse favorzinho de capturar uma imagem detalhada e trazer, a nós, um aperitivo da menor forma de vida do planeta. Na imagem você está observa uma bactéria superpequena que é tida pela ciência como “a menor forma que a vida pode assumir”.

A imagem foi adquirida por cientistas do Laboratório Nacional de Berkeley, nos EUA, e na Universidade da Califórnia. A bactéria ultraminúscula, dizem os cientistas, não chega a ser muito rara e é encontrada com certa frequência em laboratórios como objeto de estudo.


Capturar uma imagem detalhada dela, no entanto, sempre foi tarefa ferrenha – não apenas pelo fato de a espécie ser pequena, mas também por ser delicada e poder morrer facilmente.

A amostra que você confere acima foi capturada com a bactéria congelada a -272 graus Celsius antes de ser transportada ao laboratório.
E qual é o papel dessa bactéria no mundo? Nem os cientistas sabem

Se por um lado essa espécie é relativamente comum, por outro ela tem um papel pouco compreendido no mundo. “Elas são enigmáticas. Essas bactérias são detectadas em muitos ambientes e provavelmente exercem funções importantes nas comunidades microbiais e nos ecossistemas. Mas ainda não compreendemos totalmente o que essas bactérias ultrapequenas fazem”, explica Jill Banfield, um dos pesquisadores que adquiriram as imagens utilizando um microscópio de elétron de transmissão criogênica.


Fonte(s) Barkeley Lab
Via TecMundo

......................

Autor Michael Nascimento

Graduado em Física pela UEPB. Mestrando em Cosmologia, gravitação e física das partículas pela UFCG. Possui experiência na área de divulgação científica com ênfase em astronomia, astrofísica, astrobiologia, cosmologia, biologia evolutiva e história da ciência. Possui experiência na área de docência informática, física, química e matemática, com ênfase em desenvolvimento de websites e design gráfico e experiência na área de artes, com ênfase em pinturas e desenhos realistas. Fundador do Projeto Mistérios do Universo, colaborador, editor, tradutor e colaborador da Sociedade Científica e do Universo Racionalista. Membro da Associação Paraibana de Astronomia. Pai, nerd, geek, colecionador, aficionado pela arte, pela astronomia e pelo Universo. Curriculum Lattes: http://lattes.cnpq.br/8938378819014229
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários
0 Comentários

Newsletter