Select Menu
» » » » O que são esses pontos brilhantes no planeta anão Ceres? - dê seu palpite!
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nave espacial Dawn da NASA enviou para casa a melhor foto dos misteriosos pontos brilhantes que marcam a superfície do planeta anão Ceres.

A sonda Dawn da NASA obteve essa imagem que mostra um aglomerado de pontos brilhantes misteriosos no planeta anão Ceres a uma altitude de 2.700 milhas (4.400 km), em 09 de junho de 2015. Crédito: NASA/JPL-Caltech/UCLA/MPS/DLR/IDA

Uma nova imagem tenta solucionar as manchas estranhas de Ceres, que foram encontradas dentro de uma cratera de cerca de 55 milhas (90 quilômetros) de largura, em um aglomerado composto por várias manchas, algumas das quais não eram visíveis em fotos anteriores. Mas isso não resolve o mistério da origem e composição dos pontos.

"Pelo menos oito pontos podem ser vistos ao lado a maior área brilhante, que os cientistas pensam em ter aproximadamente 6 milhas (9 km) de largura," escreveram os oficiais da NASA em um comunicado hoje (22 de junho). "Um material altamente reflexivo é responsável por essas manchas — gelo e sal estão entre as possibilidades, mas os cientistas estão considerando outras opções, também."

A missão de Dawn de US $ 473 milhões lançada em setembro de 2007 para investigar Ceres e Vesta — com 590 milhas (950 km) e 330 milhas (530 km) de largura, respectivamente, os dois maiores objetos no cinturão de asteroides entre Marte e Júpiter.

Acredita-se que tanto Ceres quanto Vesta são praticamente intactos pedaços de protoplanetas que sobraram do sistema solar primordial (daí o nome da missão: dawn, ou amanhecer). Estudá-los, portanto, revelará detalhes importantes sobre como planetas rochosos como a Terra e Marte foram agregados em massa, afirmaram os funcionários da NASA.

Intriguing Mountain on Ceres

A sonda Dawn da NASA fotografou uma montanha intrigante no planeta anão Ceres saindo de uma área relativamente suave. Essa estrutura cresce cerca de 3 milhas (cinco quilômetros) acima da superfície. A Imagem foi tomada em 14 de junho de 2015. Credito: NASA/JPL-Caltech/UCLA/MPS/DLR/IDA

Dawn orbitou Vesta em julho de 2011 a setembro de 2012. A sonda chegou a Ceres em março passado, iniciando o processo de se tornar a primeira nave espacial a orbitar um planeta anão, bem como a primeira a circular dois objetos além do sistema Terra-Lua.

Dawn permanecerá em sua órbita atual até 30 de junho, quando começará uma espiral para uma órbita com uma altitude de cerca de 900 milhas (1.450 km), segundo disseram os oficiais da NASA. (Dawn utiliza eficientes, porém, baixos motores de propulsões iônicas, então isso pode levar um tempo para a sonda para se locomover).

Mas Dawn eventualmente vai ficar ainda mais perto de Ceres. Antes de terminar a sua missão em junho de 2016, a nave observará Ceres de uma altitude de apenas 230 milhas (375 km).

Enquanto a sonda não chega mais perto dos misteriosos pontos brilhantes, a NASA está coletando os palpites das pessoas neste link. Não deixe de votar!

Ceres_Dawn_manchas_JPL_site

......................

Autor Felipe Sérvulo

Graduado em Física pela UEPB. Mestrando em Cosmologia, gravitação e física das partículas pela UFCG. Possui experiência na área de divulgação científica com ênfase em astronomia, astrofísica, astrobiologia, cosmologia, biologia evolutiva e história da ciência. Possui experiência na área de docência informática, física, química e matemática, com ênfase em desenvolvimento de websites e design gráfico e experiência na área de artes, com ênfase em pinturas e desenhos realistas. Fundador do Projeto Mistérios do Universo, colaborador, editor, tradutor e colaborador da Sociedade Científica e do Universo Racionalista. Membro da Associação Paraibana de Astronomia. Pai, nerd, geek, colecionador, aficionado pela arte, pela astronomia e pelo Universo. Curriculum Lattes: http://lattes.cnpq.br/8938378819014229
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários
0 Comentários

Newsletter