Select Menu
» » » » » » » » Aliens podem destruir a humanidade, mas iremos procurá-los mesmo assim
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Esta semana, o famoso físico Stephen Hawking ajudou a lançar um novo grande esforço para procurar sinais de vida extraterrestre inteligente no cosmos, mesmo ele achando que é provável que tais criaturas tentem destruir a humanidade.

Desde 2010, Hawking tem falado publicamente sobre o perigo de que uma civilização alienígena avançada varrer a raça humana de seu caminho assim como ser humano pode acabar com uma colônia de formigas. Durante o anúncio do novo projeto em um evento de mídia, ele observou que os seres humanos têm uma terrível história de maus-tratos, e mesmo massacres, a outras culturas humanas que são menos avançadas tecnologicamente e isso não seria diferente em uma civilização alienígena avançada.

Mas, parece o desejo de Hawking de saber se há vida inteligente em outro lugar na universo supera seus medos. Ontem, ele fez parte de um anúncio público para uma nova iniciativa chamada Breakthrough Listen ou Escute a Descoberta, dizendo que será a busca mais poderosa já iniciada por sinais de vida inteligente em outro lugar no universo.

"Eu estou aqui hoje porque eu acredito que as iniciativas de avanço são incrivelmente importantes," disse Hawking durante um evento de mídia na Royal Society de Londres. "É tempo de [...] procurar vida fora da Terra. As iniciativas de avanço estão fazendo esse compromisso. Nós estamos vivos. Nós somos inteligentes. Temos de saber."

A iniciativa Breakthrough Listen não só procurará sinais de vida inteligente, mas enviará sinais de transmissão da Terra e os cientistas além de Hawking expressaram preocupações sobre chamar atenção de civilizações alienígenas. No entanto, uma segunda iniciativa, Breakthrought Message, sediará uma competição aberta a qualquer pessoa no mundo, apresentando sugestões para qual será o conteúdo das mensagens que serão enviadas de humanos para outros seres inteligentes.

Os cientistas atualmente não tem ideia de como as formas de vida alien podem parecer, ou como eles podem entrar em contato com a civilização humana.

"Tais alienígenas avançados talvez sejam nômades, buscando conquistar e colonizar qualquer planetas que eles conseguissem chegar," disse Hawking em 2010 em um episódio do show de TV "O Universo de Stephen Hawking," que foi ao ar no canal Discovery. "então, faz sentido para eles explorem cada novo planeta para coletar material para construir naves espaciais e só assim eles poderiam seguir em frente. Quem sabe quais seriam os limites?"

Hawking driblou seus medos no evento de descoberta, dizendo: "Não sabemos muito sobre alienígenas, mas nós sabemos sobre os seres humanos. Se você olhar para a história, os contatos entre seres humanos e  organismos menos inteligentes foram frequentemente desastrosos, e encontros entre civilizações avançada com seres de tecnologias primitivas, o lado menos avançado sempre ser dá mal. Pensando nisso, uma civilização avançada pode captar nossas mensagens daqui a bilhões de anos. E em bilhões de anos, eles serão muito mais poderosos e não poderão ver-nos como algo mais valioso quanto vemos nossas bactérias."

O Astrofísico Martin Rees rebateu os medos do Hawking, notando que uma civilização avançada "pode saber que nós já estamos aqui."

Ann Druyan, co-fundadora dos estúdios Cosmos, que foi parte do painel de anúncio e vai trabalhar na iniciativa Breakthrought Message, parecia muito mais esperançosa sobre a natureza de uma civilização extraterrestre avançada e o futuro da humanidade.

"Talvez tenhamos um período em nosso futuro onde podemos superar nossa bagagem evolutiva e evoluir para tornarmos menos violentos e míopes," disse Druyan no evento de mídia. "Minha esperança é que civilizações extraterrestres não sejam apenas mais tecnologicamente proficientes do que nós porém, mas sejam também mais conscientes da raridade e preciosidade da vida no cosmos."

Jill Tarter, ex-diretor do instituto SETI (busca por inteligência extraterrestre) também expressou opiniões sobre civilizações alienígenas que estão em contraste com Hawking.

"Enquanto o senhor Stephen Hawking alerta que a vida alienígena poderia tentar conquistar ou colonizar a Terra, eu discordo," disse Tarter em um comunicado em 2012. "Se os extraterrestres viessem aqui, seria para simplesmente explorar nosso planeta. Tendo em conta a idade do universo, nós provavelmente não seríamos seu primeiro encontro extraterrestre, também.

"Se os alienígenas forem capazes de visitar a Terra, isso significaria que eles teriam capacidades tecnológicas sofisticadas o suficiente para não precisar de escravos, alimentos ou outros planetas," acrescentou.

A nova iniciativa Breakthrough Listen está programada para operar por 10 anos e irá procurar por sinais não naturais de comunicações em frequências de rádio e as transmissões via laser. A iniciativa varrerá 1 milhão de estrelas mais próximas à Terra na Via Láctea, bem como as 100 galáxias mais próximas.

Fonte: Space

......................

Autor Felipe Sérvulo

Graduado em Física pela UEPB. Mestrando em Cosmologia, gravitação e física das partículas pela UFCG. Possui experiência na área de divulgação científica com ênfase em astronomia, astrofísica, astrobiologia, cosmologia, biologia evolutiva e história da ciência. Possui experiência na área de docência informática, física, química e matemática, com ênfase em desenvolvimento de websites e design gráfico e experiência na área de artes, com ênfase em pinturas e desenhos realistas. Fundador do Projeto Mistérios do Universo, colaborador, editor, tradutor e colaborador da Sociedade Científica e do Universo Racionalista. Membro da Associação Paraibana de Astronomia. Pai, nerd, geek, colecionador, aficionado pela arte, pela astronomia e pelo Universo. Curriculum Lattes: http://lattes.cnpq.br/8938378819014229
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários
0 Comentários

Newsletter