Select Menu
» » » » » Pesquisadores da Universidade de Michigan descobriram um novo planeta anão
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

O novo planeta anão foi descoberto usando um método peculiar.

Pesquisadores da Universidade de Michigan descobriram um novo planeta anão no nosso Sistema solar, a cerca de 13,6 bilhões de km do Sol.

O planeta anão, chamado de 2014 UZ224, tem cerca de 500 km de diâmetro e levaria 1.100 anos para completar uma órbita completa. O objeto é o terceiro objeto mais distante conhecido no Sistema Solar e está em uma área do Cinturão de Kuiper separado da influência gravitacional de Netuno.  

Uma equipe de estudantes liderados pelos professores David Gerdes, e Arthur F. Thurnau em Michigan, encontraram o 2.014 UZ224. Gerdes tinha ajudado no desenvolvimento da Câmera de energia escura que mapeia galáxias distantes.

Enquanto estudantes estavam visitando-o no verão, há alguns anos, Gerdes pediu-lhes para tentar encontrar objetos do sistema solar, usando o mapa da galáxia. 

Enquanto estrelas e galáxias normalmente permanecem em um lugar, um planeta ou asteroide vai estar em lugares diferentes no céu noite após noite, pois ele está orbitando. Isso geralmente irá criar um ponto de conexão que pode ser usado para calcular a órbita do objeto em torno do Sol.

O que faz com que a descoberta de 2014 UZ224 interessante é que as imagens que Gerdes tinha não foram feitas em noites consecutivas.

"Nós muitas vezes só temos uma única observação da coisa, em uma noite", disse ele em entrevista à NPR. "E, em seguida, duas semanas mais tarde uma observação, e, em seguida, cinco noites mais tarde uma outra observação, e quatro meses mais tarde, uma outra observação. Então, o problema de conexão dos pontos se torna muito mais desafiador ".

Traduzido e adaptado de Astronomy Magazine

......................

Autor Felipe Sérvulo

Graduado em Física pela UEPB. Mestrando em Cosmologia, gravitação e física das partículas pela UFCG. Possui experiência na área de divulgação científica com ênfase em astronomia, astrofísica, astrobiologia, cosmologia, biologia evolutiva e história da ciência. Possui experiência na área de docência informática, física, química e matemática, com ênfase em desenvolvimento de websites e design gráfico e experiência na área de artes, com ênfase em pinturas e desenhos realistas. Fundador do Projeto Mistérios do Universo, colaborador, editor, tradutor e colaborador da Sociedade Científica e do Universo Racionalista. Membro da Associação Paraibana de Astronomia. Pai, nerd, geek, colecionador, aficionado pela arte, pela astronomia e pelo Universo. Curriculum Lattes: http://lattes.cnpq.br/8938378819014229
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários
0 Comentários

Newsletter