Select Menu
» » » » Cometa verde fará sua aproximação máxima da Terra neste fim de semana
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga











O cometa 45P/Honda-Mrkos-Pajdušáková durante sua passagem em 2011. NASA/JPL-Caltech

O cometa verde-brilhante 45P/Honda-Mrkos-Pajdušáková, também chamado de "cometa do ano novo", fará uma passagem extraordinariamente próxima da Terra neste sábado. Veremos ele dançar através do céu da madrugada nesta semana!

O cometa vai passar pela Terra a 82.000 km/h, fazendo sua passagem mais próxima por volta de 6:00 da manhã, horário de Brasília, neste sábado, 11 de fevereiro.

45P/HMP vai passar à distância de apenas 13,1 milhões de km ou cerca de 32 vezes a distância Terra-Lua. Devido à sua proximidade, vamos ver seu brilho frenético por mais de 2 horas em ascensão reta e a cerca de 20° de declinação nos próximos cinco dias.

O cometa não representa uma ameaça, mas lua crescente - que dificultará a visualização - sim. Quando ele retornou no final de dezembro e começo de janeiro, 45P/HMP ficou mais próximo do Sol e cresceu rapidamente em uma bola brilhante e compacta de gelo com uma cauda longa fina, assemelhando-se uma cebola arrancada de seu jardim. Agora, longe do Sol, ele está rapidamente perdendo sua cauda e ficando difuso. 


Oito dias antes do periélio em 23 de dezembro de 2016, 45P/HMP apareceu com um disfarce diferente, com um coma densa, azul-esverdeada e, uma cauda de gás fina e longa. O número "45P" significa que é o periódico (retorno) do cometa 45 têm sua órbita calculada. Ele foi independentemente descoberto por três observadores aproximadamente no mesmo tempo, assim, todos os três receberam crédito. Jose Chambo

O astrônomo Alan Hale observou-o em 05 de fevereiro, usando um binóculos 10x50 em magnitude 7,9 e viu a coma difusa com um grau de condensação (do inglês DC ou Degree Condensation) 1-2. Medidas de DC indica o grau de brilho da superfície de um cometa que aumenta na direção do centro. Por exemplo, um DC = 0 indica um cometa totalmente difuso; DC = 9 significa que a coma (cabeleira) é tão concentrada que o cometa aparece como uma estrela.



Foto tirada do céu do cometa 45P/HMP desta manhã (08 de fevereiro) às 5h40, logo após a Lua se pôr e minutos antes do início da madrugada. Requisitos: lente de 70 milímetros, ISO 2500 e exposição de 6 segundos. Bob king

Embora seja mais fácil seguir o movimento do cometa usando binóculos, observadores com telescópicos terão melhor sorte, especialmente aqueles que utilizam instrumentos de foco curtos com campos amplos. Atenha-se a ampliações baixas na faixa de 30x a 75x quando estiverem procurando estes objetos na imensidão do céu. Como a velocidade do 45P/HMP é comparada favoravelmente com a de um morcego saindo da caverna, se você achar que está vendo o cometa através da ocular, espere um pouco e olhe novamente. Você deverá ser capaz de detectar o movimento em questão de minutos. Isso é parte da diversão em encontrar e seguir este cometa!
Estilingue para a Coroa do Norte













Este mapa mostra a posição do cometa em torno de 6 da manhã, horário de brasília, um tempo de visualização ideal. Se você está leste de esse fuso horário, o cometa estará muito ligeiramente atrás das posições mostradas; se a oeste, estará ligeiramente à frente deles. As estrelas mais brilhantes são mostradas em magnitude 6,5. Clique para ampliar e, em seguida, imprima para usar com o telescópio, se preferir, clique aqui para uma versão em preto e branco.

45P fará uma trajetória para o norte do Bootes e aparecerá no leste a cerca de 10h antes do nascer da lua. Ele vai ter desaparecido, talvez, com uma magnitude 9, mas pelo menos nós vamos chegar a vê-lo em um céu escuro até que ele se desvaneça no final do mês.

A Longer, Arc Deeper

Este mapa mostra estrelas em magnitude 8 e se estende na posição do cometa através das estrelas até 14 de fevereiro. Por exemplo, dia 10 de fev, ele estará próximo à constelação de Hércules. Já nos dias 12 e 13, ele estará próximo à constelação de coroa boreal. Clique para ampliar e imprimir. O Norte está para cima. 

Portanto, resumindo, o cometa 45P ficará visível entre os dias 09 de 14, e o melhor momento de visualização é na madrugada, antes do Sol nascer. Ele percorrerá as constelações de Hércules, Coroa Boreal e Bootes, poderá ser visto com auxílio de telescópios e binóculos ou até mesmo a olho nu, se o seu local de visualização for favorável, com um céu limpo. 

E não se esqueça! Hoje, 10 de fevereiro, teremos além do cometa, um eclipse penumbral lunar que será visível para todo o Brasil. Mais informações aqui!

Bons céus a todos! 



. . . ......................

Autor Felipe Sérvulo

Graduado em Física pela UEPB. Mestrando em Cosmologia, gravitação e física das partículas pela UFCG. Possui experiência na área de divulgação científica com ênfase em astronomia, astrofísica, astrobiologia, cosmologia, biologia evolutiva e história da ciência. Possui experiência na área de docência informática, física, química e matemática, com ênfase em desenvolvimento de websites e design gráfico e experiência na área de artes, com ênfase em pinturas e desenhos realistas. Fundador do Projeto Mistérios do Universo, colaborador, editor, tradutor e colaborador da Sociedade Científica e do Universo Racionalista. Membro da Associação Paraibana de Astronomia. Pai, nerd, geek, colecionador, aficionado pela arte, pela astronomia e pelo Universo. Curriculum Lattes: http://lattes.cnpq.br/8938378819014229
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários
0 Comentários

Newsletter