Select Menu

_______________

_______________
_______________
» » » » Laniakea - nosso endereço cósmico
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Quando você dá a sua endereço para alguém, você quer ter certeza de que você pode ser encontrado: número da casa, rua, bairro, cidade e estado. Mas, se você estivesse dizendo seu endereço para uma civilização alienígena, você teria que ser o mais preciso possível. Então, este é o endereço cósmico que você deve usar: 
  1. Terra;
  2. Sistema Solar;
  3. Via Láctea;
  4. Grupo Local;
  5. Superaglomerado de Virgem;
  6. Laniakea.
Um importante trabalho, publicado na revista Nature em 2014, feito por uma equipe de astrônomos da Universidade do Havaí em Manoa, lança luz sobre a estrutura em larga escala do Universo, que é o resultado de um conflito entre duas forças. Você tem a gravidade, que puxa as coisas, incluindo galáxias, juntos, e a expansão global do cosmos, o que as empurra para além, criando superaglomerados de um lado e enormes vazios escuros, do outro. Há quatro grandes áreas identificadas até o momento: Laniakea, sua vizinha, o superaglomerado Perseus-Pisces, e outros dois superaglomerados, Shapley e Coma, no lado mais distante do universo.
"Nós finalmente estabelecemos os contornos que definem o superaglomerado de galáxias que podemos chamar de lar. Isto não é diferente de descobrir pela primeira vez que sua cidade natal é realmente parte muito país maior que faz fronteira com outras nações. disse, R. Brent Tully, investigador da ligação, Universidade do Havaí em Manoa.
 O Superaglomerado de Virgem, que representaria um estado ou província, era suficiente quando nos referíamos a nosso endereço cósmico.  Mas agora, os cientistas descobriram que mesmo este superaglomerado é parte de um aglomerado muito maior de galáxias - que se estende através de um diâmetro 520 milhões de anos-luz, incluindo o Grande Atrator, uma espécie de vale gravitacional, onde as galáxias parecem convergir. Este super-aglomerado foi nomeado Laniakea, ou "o céu incomensurável" em havaiano, pela equipe que a descobriu, e contém 100.000 galáxias grandes que, juntas, têm a massa de 100 trilhões de sóis. Na nossa analogia, a Laniakea, Nossa galáxia, a Via Láctea, fica apenas na periferia distante de Laniakea. Se você não gostou desse termo, saiba que nós, do sistema solar, também estamos na periferia da nossa galáxia (somos todos periferia).

Comparativo das estruturas do Universo
Comparativo hierárquico das estruturas do Universo: a Terra, o Sistema Solar, a vizinhança interestelar do Sol, a galáxia Via Láctea, o Grupo Local de galáxias, o superaglomerado de Virgem, os grupos de superaglomerados vizinhos, incluindo a Laniakea o Universo Observável.

"O nome [Laniakea] é retirado das palavras havaianas lani, o que significa céu, e akea, que significa espaçoso ou imensurável. Isso é apenas o nome que seria de esperar para o sistema colossal que vivemos. Isso vai iniciar programas de observação para realizar medições de distância direta adicionais de galáxias, disse Elmo Tempel, do Observatório Tartu, na Estónia.


Então, da próxima vez que alguém perguntar seu endereço, diga: eu moro na Laniakea.

[Serious Wonder]

. . . ......................

Autor Felipe Sérvulo

Graduado em Física pela UEPB. Mestrando em Cosmologia, gravitação e física das partículas pela UFCG. Possui experiência na área de divulgação científica com ênfase em astronomia, astrofísica, astrobiologia, cosmologia, biologia evolutiva e história da ciência. Possui experiência na área de docência informática, física, química e matemática, com ênfase em desenvolvimento de websites e design gráfico e experiência na área de artes, com ênfase em pinturas e desenhos realistas. Fundador do Projeto Mistérios do Universo, colaborador, editor, tradutor e colaborador da Sociedade Científica e do Universo Racionalista. Membro da Associação Paraibana de Astronomia. Pai, nerd, geek, colecionador, aficionado pela arte, pela astronomia e pelo Universo. Curriculum Lattes: http://lattes.cnpq.br/8938378819014229
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários
0 Comentários

Newsletter