A NASA está perto de criar uma unidade de hiperespaço? - Mistérios do Universo

Breaking

5 de maio de 2015

A NASA está perto de criar uma unidade de hiperespaço?

.....
.....
"Chewie, estamos em casa"

A nave Millennium Falcon fazendo o "salto para a velocidade da luz" no filme Star Wars Episódio IV: Uma Nova Esperança.
A Notícia interessante vinda do Johnson Space Center da NASA surgiu esta semana: um grupo de pesquisadores testou declaradamente uma unidade de propulsão eletromagnética (EM) que potencialmente poderia facilitar a viagem espacial prática  em torno do sistema solar.

De acordo com um relatório do observador da indústria NASASpaceFlight.com, a unidade EM pode levar uma nave espacial à Lua em questão de horas e uma viagem para Marte em 70 dias. É exatamente o que faz uma unidade de hiperespaço, mas certamente é um passo na direção certa.

A idéia de uma unidade EM não é nova — cientistas nos programas espaciais americanos, britânicos e chineses têm investigado o conceito por um tempo.

A essência básica — e complicada — é criar uma forma de propulsão que não requer o uso de propelentes. Em vez disso, microondas eletromagnéticas são sacudidas por uma cavidade cônica, de tal forma que a energia elétrica seja convertida diretamente em empuxo.

A tecnologia é em grande parte teórica, mas os resultados do teste inicial tem sido apresentados oficialmente por ambas as agências espaciais da NASA e a chinesa. A ideia também é bastante controversa, uma vez que parece violar certas leis Newtonianas da física.

De acordo com o relatório, o significado da nova pesquisa é que a NASA tem testado com êxito a propulsão EM no vácuo pela primeira vez. Testes anteriores foram realizadas em condições atmosféricas.

Tenha em mente que nenhuma dessas informações vem diretamente da NASA, e os números sobre as viagens do sistema solar vêm de fóruns da NASASpaceFlight.com.

Mas é claro que as pesquisa de unidade EM estão em curso em várias agências diferentes, esses fóruns são legítimos e, às vezes notícias vazam através de canais não oficiais. Basta perguntar — não sei — a todas as agências de governo do planeta.

Fonte: Space.com
............