Nos Estados Unidos, Terraplanista se lança em foguete e fica ferido após pouso malsucedido - Mistérios do Universo

Breaking

26 de março de 2018

Nos Estados Unidos, Terraplanista se lança em foguete e fica ferido após pouso malsucedido

.....
.....
Mike Hughes, um homem da Califórnia que é mais conhecido por sua crença de que a Terra tem a forma de um frisbee, finalmente explodiu para o céu em um foguete movido a vapor construído por ele mesmo.

O motorista de limusine de 61 anos de idade e audacioso fabricante de foguetes disparou cerca de 1,875 pés (571,5 metros) acima do Deserto de Mojave na tarde de sábado, informou a Associated Press.

O foguete branco e verde de Hughes, com as palavras "FLAT EARTH", impulsionado verticalmente por volta das 15h, horário do Pacífico, atingiu uma velocidade de cerca de 563 km/h.

(James Quigg / Daily Press / AP)

Hughes abriu dois paraquedas enquanto aterrissava, segundos antes de se estatelar não muito longe de seu ponto de lançamento.

Um vídeo mostra que todo o esforço, desde o momento em que seu foguete subiu até o momento em que ele pousou, durou cerca de um minuto.


O lançamento vertical, que aconteceu sem uma contagem regressiva de mais de 200 milhas (322 km) a leste de Los Angeles, ocorreu em meio ao crescente ceticismo de que Hughes jamais conseguiria se levantar.

O lançamento foi adiado várias vezes, em parte porque Hughes disse que não poderia obter permissão de uma agência federal para conduzi-lo em terras públicas.

Depois que ele aterrizou no sábado, Hughes disse à AP que estava "aliviado", mas que ele esperava sentir o impacto físico de tudo no dia seguinte.

"Estou feliz que eu fiz isso? Sim. Eu acho. Vou sentir isso de manhã. Eu não vou conseguir sair da cama", disse ele.

"Pelo menos eu posso ir para casa jantar e ver meus gatos hoje à noite."

Ele também disse que estava frustrado com as suposições de que ele "enlouqueceu", então ele "se organizou e fez".

(Matt Hartman / AP)

Hughes estava em uma missão para provar que a Terra é plana e que os astronautas da NASA, como John Glenn e Neil Armstrong, eram apenas atores pagos em frente a uma imagem gerada por computador.

Suas tentativas anteriores fracassadas, assim como a bem sucedida no sábado, são todas parte de seu objetivo final de se impulsionar pelo menos 52 milhas (83,6 km) acima da Terra até o final do ano - e provar de uma vez por todas que o o planeta é plano.

Inicialmente, Hughes planejava lançar seu foguete em novembro de 2017, mas ele adiou, alegando que o Departamento de Gestão de Terras lhe disse que não poderia fazê-lo em terras federais.

O lançamento foi adiado novamente no final daquele mês, quando Hughes mudou seu ponto de lançamento para uma propriedade privada perto de Amboy, na Califórnia, uma comunidade no Deserto de Mojave.

"Ainda está acontecendo. Estamos apenas avançando para cinco quilômetros de estrada", disse Hughes ao jornal The Washington Post no final de novembro, quando transportou o foguete para o novo local.

"Eu não vejo [o lançamento] acontecendo até cerca de terça-feira, honestamente. Demora três dias para configurar-se... Você sabe, não é fácil, porque não é para ser fácil."

Em fevereiro, Hughes finalmente tentou seu voo, mas seu foguete não acendeu. Ele culpou as dificuldades técnicas.

Para crédito de Hughes, ele mostrou algumas habilidades na construção de foguetes. Ele estabeleceu um Recorde Mundial do Guinness em 2002 para um salto de limusine, de acordo com a Ars Technica, e vem construindo foguetes há anos, embora com resultados mistos.

Ele construiu seu primeiro foguete tripulado em 2014, informou a AP, e conseguiu voar um quarto de milha sobre Winkelman, Ariz.

De acordo com a AP, o duro pouso de Hughes no sábado o deixou ferido, embora não esteja claro que tipo de lesões ele sofreu. Fotos mostram paramédicos carregando Hughes em uma maca e em uma ambulância.

Também entre os planos de Hughes - além de tentar chegar ao espaço - é concorrer a governador.

"Isso não é brincadeira", disse ele à AP. "Eu quero fazer isso."

2018 © Washington Post
............

Nenhum comentário: