Júpiter estará em oposição em maio, o melhor momento para observá-lo - Mistérios do Universo

Breaking

1 de maio de 2018

Júpiter estará em oposição em maio, o melhor momento para observá-lo

.....
.....
O rei dos planetas - o gigante gasoso Júpiter - estará em oposição neste mês de maio e permanecerá brilhante durante toda a noite. 



Até junho, Júpiter sustenta seu ponto mais brilhante no ano, alcançando "oposição" - que é quando o Sol e Júpiter são opostos um ao outro (da perspectiva da Terra) às 8h39 (ET) de 8 de maio na Costa Leste da América, de acordo com o Observatório Naval dos EUA.
Pense nisso como um Júpiter em sua fase "cheia". O gigante terá magnitude de -2,5, que é bastante brilhante, passando a noite toda na constelação de Libra.
No início de maio, Júpiter se eleva no leste-sudeste às 10:29 pm (horário de Brasília), mas até o final do mês o planeta sobe por volta das 8:15h, bem antes do Sol se pôr.
Em 8 de maio, dia de oposição, Júpiter se levanta às 21h57. No final de maio, a lua minguante e Júpiter dançam um tango enquanto nossa Lua se aproxima do planeta gigante em 26 de maio.
Você ainda poderá encontrar Vênus nos céus ocidentais durante a noite, quando o planeta cintilante estará com magnitude -3,9, bastante brilhante. Nosso planeta vizinho se põe por volta das 0-00:20h no início do mês e por volta das 01:00h no final de maio.
Uma lua crescente, muito jovem e nua, aninha-se perto de Vênus na noite de 17 de maio. As jovens luas crescentes sempre aparecem no céu ao anoitecer.
Saturno se eleva em torno da meia-noite no sudeste do início de maio e cruza o sul antes do nascer do sol. O planeta com anéis é um objeto de magnitude zero (brilhante) e, nos dias 4 e 5 de maio, encontra a Lua vagando perto de Saturno nas duas manhãs.
O outro planeta vizinho da Terra, Marte, sobe aos céus do sudeste em torno de 3:30h da madrugada no início de maio, e o planeta avermelhado fica mais brilhante ao longo do mês.
Marte inicia maio em magnitude -0,4, depois cresce para -0,6 no meio do mês e -0,9 no final do mês, segundo a Royal Astronomical Society (rasc.ca).
A lua do apogeu (seu ponto mais próximo da Terra no mês) encontra Marte em 6 de maio.
Espera-se que os meteoros Eta Aquaridas atinjam as madrugadas de 5 de maio (de acordo com a International Meteor Organization, imo.net) e 6 de maio (de acordo com a Royal Astronomical Society).
Essas "estrelas cadentes" se originam como restos empoeirados do famoso cometa Halley. Os astrônomos amadores poderão ver até 40 meteoros por hora, mas a lua brilhante provavelmente apagará a maioria deles.
2018 © O Washington Post, traduzido de Science Alert
............

Nenhum comentário: