Este mês, Marte ficará em seu ponto mais próximo da Terra desde 2003 - saiba como observar - Mistérios do Universo

Breaking

2 de julho de 2018

Este mês, Marte ficará em seu ponto mais próximo da Terra desde 2003 - saiba como observar

.....
.....
Prepare-se para ver o Planeta Vermelho fechar este inverno com chave de ouro: Marte ficará em oposição com o Sol, e os observadores na Terra terão a visão mais próxima do planeta desde 2003.

Marte durante o mês de Julho de 2018.


Marte e Terra orbitam o Sol, mas a diferentes distâncias e, portanto, diferentes velocidades. A cada dois anos ou mais, Marte, a Terra e o Sol formam uma linha reta durante o curso de suas órbitas, com a Terra no meio - um evento conhecido como oposição. 



Neste inverno, a oposição ocorre em 27 de julho, e Marte chegará ao seu ponto mais próximo da Terra às 3:50 da madrugada de 31 de julho. O Planeta Vermelho também será mais brilhante desde 2003, quando Marte fez sua maior aproximação com a Terra em quase 60.000 anos. 

Mais próximo desde 2003



Marte alcança oposição, como na ilustração deste artista, quando é oposto ao sol no céu da Terra.Crédito: NASA



Durante a oposição de Marte em 2003, o Planeta Vermelho estava a apenas 55,8 milhões de quilômetros da Terra. Este foi o mais próximo que os dois planetas chegaram uns aos outros em quase 60 mil anos, e esse recorde não será quebrado até 28 de agosto de 2287, segundo a NASA. 



Em comparação, quando Marte está do outro lado do Sol e, portanto, na sua maior distância da Terra, está a cerca de 250 milhões de milhas (401 milhões de km) de distância. No entanto, a distância média entre os dois planetas é de aproximadamente 140 milhões de milhas (225 milhões de km).


O que, exatamente, é uma oposição?



Marte orbita o Sol a uma distância maior que a Terra. À medida que as distâncias aumentam, o período orbital também aumenta, então Marte leva cerca de dois anos terrestres para completar uma órbita em torno do Sol. Devido a essas diferentes velocidades orbitais, a cada dois anos aproximadamente, a Terra passa entre Marte e o Sol. Isso significa que Marte e o Sol estão em lados opostos da Terra. 



Além disso, como Marte está diretamente oposto ao Sol durante a oposição, Marte sobe enquanto o Sol se põe, e se põe quando o Sol nasce. Como resultado, o Planeta Vermelho brilha proeminentemente em nosso céu noturno. 

Resultado de imagem para Mars opposition 2018
Detalhes da dimensão do planeta Marte no decorrer de um ano.


No entanto, uma vez que ambos os planetas têm órbitas elípticas, alguns encontros Terra-Marte estão mais próximos do que outros. Em julho, Marte estará mais perto da Terra do que tem sido desde 2003, embora a abordagem próxima do Planeta Vermelho não ocorra até 2035. 


Além disso, este ano, Marte alcançará o que é chamado de "oposição periélica". O periélio é o ponto na órbita de Marte quando está mais próximo do Sol. Portanto, quando Marte estiver mais próximo do Sol, ele estará ainda mais próximo da Terra durante a oposição. 

Como observar Marte 



Por cerca de dois meses, entre 7 de julho e 7 de setembro deste ano, Marte vai iluminar dramaticamente, superando Júpiter e subindo como o quarto mais brilhante objeto no céu da Terra depois de Vênus, da Lua e do Sol. 

Desde junho, Marte entrou oficialmente no céu noturno, ficando cada vez mais visível e iluminado, e ficará cada vez mais brilhante até o dia da oposição, em 27  de julho. O planeta parecerá mais brilhante entre 21 de julho e 3 de agosto. No início da primavera (outono para o hemisfério norte), os espectadores poderão ver o planeta mais alto no céu noturno.

Para encontrar Marte, busque no céu noturno um ponto brilhante vermelho. Se preferir, use aplicativos de astronomia para smartphones, como o Skymap ou Stellarium.

Cuidado com as fake news


A imagem que acompanhou o e-mail "Mars Spectacular" de 2003, que provocou um recorrente fraude marciana. Crédito: Origem  Desconhecida


Em 2003, durante a épica conjunção de Marte no ano passado, uma fraude que se tornou viral alegou que Marte seria tão grande quanto a Lua. Desde então, o meme surge de vez em quando, geralmente por volta de setembro, e pode voltar novamente este ano. 

Mas não se deixe enganar - o Planeta Vermelho tem apenas metade do tamanho da Terra. Isso significa que mesmo em sua aproximação mais próxima neste verão, serão apenas 24,3 segundos de arco quando vistos da Terra. Em comparação, o diâmetro angular da Lua que é de 1.800 segundos de arco, Marte ficará 75 vezes menor que o disco lunar no céu.

E lembrem-se, a noite de 21 de julho ainda reserva outro grande evento astronômico, um eclipse lunar total, visível do todo o Brasil. Será uma grande noite para os astrônomos amadores e entusiastas da astronomia. Bons céus!

............

Nenhum comentário: