Select Menu
» » » Sexta astronômica: Equinócio, eclipse solar e super lua
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga


Para quem gosta de astronomia e mais especialmente, para quem mora no hemisfério norte, nesta sexta feira (20) ocorrerá 3 grandes eventos astronômicos. Além do equinócio, quando o Sol cruza diretamente a Linha do Equador e a noite e o dia têm exatamente a mesma duração (12 horas), a data terá um raro eclipse total do Sol, o único do ano, e uma superlua. 
Para nós do hemisfério Sul, o equinócio marca o início do outono no hemisfério Sul e  para o hemisfério Norte, marcará o início da primavera e ocorrerá oficialmente às 22h45 GMT (19h45 de Brasília). 
Superlua enfeita o céu no Dia dos Pais (Marcello Casal Jr/Agência Brasil)
A superlua ocorre quando há alinhamento entre Sol,
 Terra e Lua, com a Lua mais próxima da Terra
Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Os outros dois fenômenos, infelizmente, não poderão ser visto do Brasil. Somente quem estiver em regiões remotas do hemisfério Norte, como Groenlândia, e do oceano Ártico poderá ver o eclipse total do Sol. Um eclipse parcial será visto da Europa e de áreas do norte da África e Ásia. Já a superlua, que poderá ser vista em diversas regiões do globo, não será tão impactante. A data coincide com o início da lua nova, e o fenômeno é mais fácil e mais belo de ser observado quando há lua cheia, entretanto, no dia 29 de agosto deverá ocorrer uma superlua cheia, então aguarde.
Esquema da NASA mostra a trajetória da sombra da Lua que passará por todos os países da Europa e alguns países ao Norte da África, incluindo o oriente médio CLIQUE AQUI PARA ABIR UMA IMAGEM MAIOR Créditos F. Speanak. NASA
Para quem vive no hemisfério Norte e quiser tentar observar o Sol - ou uma pontinha dele - sumindo por trás da Lua, o eclipse começa às 7h41 GMT (hora de Greenwich, na Inglaterra; 4h41 em Brasília), atinge o seu pico às 9h45 GMT (6h45 em Brasília) e termina por volta das 11h50 GMT (8h50 em Brasília). Nas ilhas Faroé, que ficam entre a Islândia e a Noruega, o evento terá a sua maior duração, com cobertura total do Sol pela Lua de 2 minutos e 4 segundos
Fonte: UOL

......................

Autor Felipe Sérvulo

Graduado em Física pela UEPB. Mestrando em Cosmologia, gravitação e física das partículas pela UFCG. Possui experiência na área de divulgação científica com ênfase em astronomia, astrofísica, astrobiologia, cosmologia, biologia evolutiva e história da ciência. Possui experiência na área de docência informática, física, química e matemática, com ênfase em desenvolvimento de websites e design gráfico e experiência na área de artes, com ênfase em pinturas e desenhos realistas. Fundador do Projeto Mistérios do Universo, colaborador, editor, tradutor e colaborador da Sociedade Científica e do Universo Racionalista. Membro da Associação Paraibana de Astronomia. Pai, nerd, geek, colecionador, aficionado pela arte, pela astronomia e pelo Universo. Curriculum Lattes: http://lattes.cnpq.br/8938378819014229
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários
0 Comentários

Newsletter