Select Menu
» » » Quantas estrelas existem no Universo?
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga


Você já olhou para o céu à noite e se perguntou quantas estrelas existem lá no espaço? Esta questão tem fascinado cientistas, bem como os filósofos, músicos e sonhadores ao longo dos tempos.
Olhe para o céu em uma noite clara, longe do brilho dos postes de luz, e você verá alguns milhares de estrelas individuais com seus olhos nus.  Notavelmente, menos de 10.000 estrelas pode ser visto no mais escuro dos lugares em uma noite escura. Com nem um modesto telescópio amador, milhões mais entrarão em modo de exibição.
Quantas estrelas existem no universo?
É uma pergunta fácil de fazer, porém, bem difícil para os cientistas darem uma resposta justa!
Estrelas não estão espalhadas aleatoriamente pelo espaço, estão reunidas juntas em grandes grupos conhecidos como galáxias. O Sol pertence a uma galáxia chamada Via Láctea. Os astrônomos estimam que existem aproximadamente 100 bilhões de estrelas só na Via Láctea. Fora isso, existem bilhões e bilhões de outras galáxias também!
Foi dito que contar as estrelas no universo é como tentar contar o número de grãos de areia em uma praia na terra. Poderíamos fazer isso medindo a área de superfície da praia, e determinar a profundidade média da camada de areia.
Se contarmos o número de grãos em um pequeno volume representativo de areia por multiplicação, podemos estimar o número de grãos em toda a praia.
Para o universo, as galáxias são nossos pequenos volumes representativos, e há algo como 1011 1012 estrelas em nossa galáxia, e talvez haja algo como 1011 ou 1012 de galáxias no Universo observável.
Com este simples cálculo você obtém algo como 1022 1024 estrelas no universo. Este é apenas um número bruto, como é óbvio que nem todas as galáxias são iguais, assim como em uma praia a profundidade de areia não será a mesma em lugares diferentes.
Ninguém iria tentar contar estrelas individualmente, em vez disso, Nós medimos quantidades integradas como o número e a luminosidade das galáxias. O Observatório Espacial de infravermelho da ESA Herschel fez uma contribuição importante 'contando' galáxias no infravermelho, e medindo sua luminosidade nesta faixa – algo nunca antes tentado.
Sabendo quão rápido as estrelas se formam, pode trazer mais segurança para os cálculos. O Herschel tem também alcançado a taxa de formação de estrelas em toda a história cósmica. Se você pode estimar a taxa em que as estrelas se formaram, você será capaz de estimar quantas estrelas existem no universo hoje.
Em 1995, uma imagem do telescópio espacial Hubble (HST) sugeriu que formação estelar tinha atingido um pico de cerca de 7 milhões de anos. Recentemente, no entanto, os astrônomos tem pensado novamente sobre isso.
Imagem do  Hubble Deep Field  deu as  primeiras  pistas sobre números de estrelas.  Créditos:  R. Williams (STScI), the Hubble Deep Field  Team/NASA/ESA
A imagem do Hubble Deep Field foi tirada em comprimentos de onda ópticos e agora há alguma evidência que um montante da formação estelar primordial estava escondido por nuvens de poeira espessa. Nuvens de poeira bloqueiam as estrelas e convertem a luz em radiação infravermelha, tornando-as invisíveis para o HST. Mas Herschel poderia perscrutar este universo anteriormente oculto em comprimentos de onda infravermelhos, revelando muitas estrelas nunca vistas antes.
Em breve será lançado o Gaia, que vai estudar 1 bilhão de estrelas em nossa Via Láctea. Ele irá construir o legado da missão de Hiparco, que localizou as posições das mais de cem mil estrelas em alta precisão e mais de 1 milhão de estrelas em menor precisão.
Gaia irá monitorar cada uma das suas 1 bilhão de estrelas 70 vezes durante um período de cinco anos, precisamente, traçando suas posições, distâncias, movimentos e alterações no brilho. Combinadas, estas medições construirão uma imagem sem precedentes da estrutura e evolução de nossa galáxia.
Graças a missões como estas, estamos um passo mais perto para fornecer uma estimativa mais confiável para essa pergunta perguntada frequente: "Quantas estrelas existem no universo?"
Fonte: ESA

......................

Autor Felipe Sérvulo

Graduado em Física pela UEPB. Mestrando em Cosmologia, gravitação e física das partículas pela UFCG. Possui experiência na área de divulgação científica com ênfase em astronomia, astrofísica, astrobiologia, cosmologia, biologia evolutiva e história da ciência. Possui experiência na área de docência informática, física, química e matemática, com ênfase em desenvolvimento de websites e design gráfico e experiência na área de artes, com ênfase em pinturas e desenhos realistas. Fundador do Projeto Mistérios do Universo, colaborador, editor, tradutor e colaborador da Sociedade Científica e do Universo Racionalista. Membro da Associação Paraibana de Astronomia. Pai, nerd, geek, colecionador, aficionado pela arte, pela astronomia e pelo Universo. Curriculum Lattes: http://lattes.cnpq.br/8938378819014229
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários
0 Comentários

Newsletter