'Tupi' e 'Guarani': estrela e planeta ganham nomes indígenas brasileiros - Mistérios do Universo

Breaking

18 de dezembro de 2019

'Tupi' e 'Guarani': estrela e planeta ganham nomes indígenas brasileiros

.....
.....
O planeta "HD 23079 b" e sua estrela hospedeira, a "HD 23079", foram batizados de Guarani e Tupi, através de uma iniciativa da União Astronômica Internacional (IAU). 

Em comemoração aos 100 anos da União Astronômica Internacional (IAU) e Ano Internacional das Línguas Indígenas da ONU, estrelas e planetas recém descobertos foram nomeados em homenagem a povos nativos de 110 países. 

"A IAU está encantada por ver o amplo interesse internacional que essa campanha NameExoWorlds gerou", disse a presidente eleita da IAU, Debra Elmegreen , em comunicado. "É gratificante que tantas pessoas em todo o mundo tenham ajudado a criar um nome para um sistema planetário que seja significativo para sua cultura e herança. Esse esforço ajuda a unir todos nós em nossa exploração do universo". 

Ao organizar o programa, a IAU selecionou 112 estrelas, cada uma das quais os cientistas identificaram um exoplaneta em órbita. A IAU então atribuiu a cada país participante (ou região: o status de nação não era estritamente respeitado).

Todas as estrelas os planetas manterão suas antigas designações científicas, mas também poderão ser referidos nos trabalhos de pesquisa pelos novos nomes.

É improvável que qualquer país tenha tido a oportunidade de nomear um planeta como o nosso. De acordo com a IAU, seu método de descoberta sugere que a maioria desses exoplanetas provavelmente são gigantes gasosos como Júpiter e Saturno.

Certamente, esses dificilmente serão os últimos exoplanetas que os humanos procuram nomear. Até agora, os cientistas identificaram mais de 4.000 exoplanetas e ainda há muito a descobrir.

"O número de descobertas continua a dobrar a cada 2,5 anos, revelando notáveis ​​populações de novos planetas e colocando em perspectiva o nosso próprio sistema solar e terrestre", disse Eric Mamajek, co-presidente do Comitê Gestor NameExoWorlds, no mesmo comunicado. "Estatisticamente, a maioria das estrelas no céu provavelmente será orbitada por seus próprios planetas - elas estão por toda parte".

............

Nenhum comentário: