Select Menu
» » Conheça Zeus: a coruja cega que têm o cosmos em seus olhos
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

O animal que você vai conhecer agora é uma coruja um pouco diferente das comuns. Apesar de ser cega, é nos seus próprios olhos que ela carrega uma característica surpreendente: eles parecem uma noite estrelada.
Comportamento sereno de Zeus faz com que visitantes acreditem se tratar de um animal empalhado (Foto: Wildlife Learning Center/Divulgação)
De acordo com um artigo de Julija K., do Bored Panda, a coruja, batizada de Zeus, foi encontrada por uma pessoa no sul da Califórnia, nos Estados Unidos. O animal estava ferido em uma varanda e a pessoa o recolheu, percebendo ainda que ele era cego. A pessoa que ajudou a coruja também percebeu que seus olhos pareciam ter estrelas e a levou ao veterinário.   
A beleza do olhar cósmico de Zeus, que parece ter captado a essência de alguma foto do Hubble retratando os confins do universo, esconde uma verdade triste. Quando ainda vivia na natureza, a coruja sofreu algum tipo de acidente. Ela pode ter se chocado contra uma estrutura enquanto voava ou então pode ter sido atacada por um predador, o que fez com que ficasse praticamente cega.
Depois da visita ao especialista, a coruja foi encaminhada ao seu novo lar permanente no Centro de Aprendizagem e Vida Selvagem, em Sylmar, Califórnia, onde ganhou o seu nome. A equipe do local resolveu ficar com a ave, pois, como ela é cega, eles não podiam simplesmente liberá-la na natureza. Por isso, agora ela vive com tranquilidade no lugar.
Segundo o fundador do centro, Paul Hahn, falou ao Bored Panda, um oftalmologista veterinário analisou o animal e verificou que ele tem apenas cerca de 10% de visão e não seria capaz de sobreviver por conta própria na floresta.
O que a coruja tem é uma catarata capsular e as manchas brancas que brilham em seus olhos são causadas por coágulos de fibrina, que são pigmentos sanguíneos que causam essa aparência “galáctica” nos olhos de Zeus. 
É possível conhecer Zeus pessoalmente fazendo uma visita às instalações do Wildlife Learning Center, no Canadá (confira o mapa). Para continuar dando o nível de atenção que a coruja e os outros animais merecem, a instituição está arrecadando fundos através de uma campanha de financiamento coletivo, que pode ser acessada aqui.
Revista Galileu, Megacurioso

......................

Autor Felipe Sérvulo

Graduado em Física pela UEPB. Mestrando em Cosmologia, gravitação e física das partículas pela UFCG. Possui experiência na área de divulgação científica com ênfase em astronomia, astrofísica, astrobiologia, cosmologia, biologia evolutiva e história da ciência. Possui experiência na área de docência informática, física, química e matemática, com ênfase em desenvolvimento de websites e design gráfico e experiência na área de artes, com ênfase em pinturas e desenhos realistas. Fundador do Projeto Mistérios do Universo, colaborador, editor, tradutor e colaborador da Sociedade Científica e do Universo Racionalista. Membro da Associação Paraibana de Astronomia. Pai, nerd, geek, colecionador, aficionado pela arte, pela astronomia e pelo Universo. Curriculum Lattes: http://lattes.cnpq.br/8938378819014229
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários
0 Comentários

Newsletter